Descubra se seus dados foram expostos em megavazamento

Descubra se seus dados foram expostos em megavazamento

Com a crescente exposição de dados consensuais aumenta também a exposição não autorizada de dados pessoais. Após saber do número alarmante de pessoas que sofreram algum tipo de exposição na rede, o desenvolvedor de sistemas Allan Moraes, de 19 anos, procurou e encontrou uma série de vazamento de dados dele e de sua família.

Motivado pela descoberta, ele criou um site para que outros curiosos verificassem se foram ou não vítimas de alguma exposição pessoal na rede. Moraes garantiu que não tinha interesses financeiros no sistema criado para o rastreio de dados, contudo, considerado um risco potencial para que terceiros captassem informações em igual disponibilidade, o site Fui vazado foi retirado do ar depois de mais de 445 mil acessos de pessoas com o intuito de descobrir se e quais informações pessoais suas estavam expostas na rede.

Os dados podem ser os mais variados: vão de informações simples até reais preocupações de golpes: e-mail, telefone, endereço, score de crédito, registro geral, título de eleitor, dados da Receita Federal, classe social, estado civil, emprego, fotos de rostos, dados de servidores públicos, cheques sem fundos, banco de devedores, Bolsa Família, bolsas universitárias, conselhos cadastrados, LinkedIn, renda salarial, IRPF, INSS, FGTS, CNS, NIS, PIS e óbitos.

O paradigma está entre a inconveniência de se ter dados não autorizados permissíveis na rede e a autorização destes por veículos sociais da internet.

Mas, e agora? Qual a preocupação de haver informações vazadas?

Segundo especialistas, o problema não está apenas na preservação da privacidade, mas, na preocupação de quem encontra muitas informações de uma mesma pessoa: hoje em dia, é possível solicitar cartões de crédito pela internet com informações que estariam sujeitas a megavazamentos, por exemplo. Uma maneira de verificar esta questão seria verificar consistentemente extratos bancários.

Para solucionar o vazamento, infelizmente, não há muito o que fazer além de dar restrita atenção a possíveis movimentações de terceiros.

Para evitar que ela ocorra é válido procurar resguardar dados pessoais, especialmente CPFs até mesmo para consultas aleatórias de score.

Engrenagem Virtual © 2020 | Todos os direitos reservados