Minimalismo: viver sem excesso é um estilo de vida cada vez mais necessário

Minimalismo: viver sem excesso é um estilo de vida cada vez mais necessário

O que vem à cabeça quando se fala em minimalismo? Na arte o termo se refere a um movimento do século XX de artes plásticas com poucos elementos. Como estilo de vida não é muito diferente, é a atitude do menos é mais. Neste caso, é reavaliar as prioridades e se livrar dos excessos. O fato é que esse estilo de vida pode ser bastante benéfico para o bolso também.

A primeira coisa a ser repensada no minimalismo é: eu preciso mesmo disso? Se você fizer uma avaliação rápida, consegue identificar algumas contas que você não precisava ter feito. A prática propõe uma vida simples, sem prisão aos bens materiais.

Contudo, existe uma diferença entre ser minimalista e mesquinho. O minimalista não se recusa a gastar ou se priva de fazer as coisas, ele apenas estabelece o que de fato é importante.

Na prática, significa fazer boas escolhas. Por exemplo, você pode deixar de comprar 10 blusinhas que são mais em conta, básicas, mas que ao mesmo tempo não combinam com outros itens do guarda-roupa por 4 de melhor qualidade, que durarão muito mais e que combinam mais com outras peças.

E esse assunto de moda, por exemplo, pode ir muito além. Os minimalistas acreditam que você deve gostar das roupas que você tem e não há motivo nenhum para não repeti-las. Para quem se incomoda com a repetição, existe a possibilidade de inúmeras combinações que variam o look.

Como o ideal é fazer escolhas certas, essa forma de viver prega o investimento em felicidade. Muitas vezes investir em um hobby pode trazer muito mais retorno futuro do que uma área de atuação que talvez te faça tão feliz. 

Como começar

Para você começar esse estilo de vida, pode dar o primeiro passo dentro de casa. Faça aquela boa faxina, observe tudo que você utiliza no dia a dia para sobreviver. O restante, o que não servir para ninguém, vai para o lixo. Já o que ainda estiver em bom estado, pode ir para alguém que realmente precisa como doação.

A sua forma de consumir cultura também pode mudar. Os minimalistas surfam na contramão da onda das celebridades comuns. A mídia do consumo não atinge esse grupo de pessoas. Elas buscam um encontro mais profundo com a arte, mais uma vez, sem excessos e superficialidades. 

Esse estilo pode ser ampliado para todas as áreas da vida. Vamos supor que o seu sonho é viajar bastante, neste caso, você não precisa voar na primeira classe para Paris se não tiver condição financeira. Invista em viagens minimalistas, por dentro do Brasil, perto da sua cidade. Além de ser mais em conta, pode render histórias únicas. 

Uma outra característica interessante é a ideia de viver de fato e não apenas ver a vida passar. Segundo adeptos do estilo, quando se deixa de lado o exagero, é possível ver a vida como ela realmente é e assim viver de maneira plena, com menos preocupações e mais atitudes.

Engrenagem Virtual © 2020 | Todos os direitos reservados