Cuidado com o uso de cartão de crédito para pagar outros boletos

Cuidado com o uso de cartão de crédito para pagar outros boletos

Algumas pessoas têm o hábito de utilizar o cartão de crédito para pagar boletos, como de água e luz, seja uma forma de facilidade ou para acumular pontos. O que parece uma simples ação, pode acarretar problemas futuros, principalmente se o orçamento apertar. 

Muitas pessoas pensam que pagar boletos com o cartão de crédito é gratuito. Algumas instituições financeiras até oferecem esse serviço sem custo, contudo, outras cobram taxas por títulos pagos. Essa taxa pode ultrapassar R$ 7. Imagina se você vai pagar a conta de telefone que custa R$ 30, você vai pagar quase um terço da conta só de taxa. E se você pagar 10 boletos por mês, com essa taxa de R$ 7 por operação, você já tem uma perda de R$ 70, fora as outras taxas.

Esse costume pode levar ao descontrole financeiro. É comum que as pessoas tenham um limite do cartão de crédito maior que a renda mensal, um descuido nas contas pode gerar uma fatura que você não tem condições de pagar.

Outra preocupação está relacionada ao vencimento das contas. Mesmo que você pague o boleto no cartão de crédito, para evitar o vencimento, o pagamento só é considerado quando você paga a fatura do cartão. Sendo assim, vamos supor que você tenha uma conta que vence dia 25 de um mês, mas a fatura do cartão é só para o dia 10 do próximo mês, você vai pagar os juros dos 15 dias de diferença do mesmo jeito. 

Esse valor que você pagará para a instituição financeira do cartão de crédito, pode ser maior que a multa e os juros do próprio boleto, mesmo que você pague a fatura em dia. 

Juros do cartão de crédito também são um problema. Um dia de atraso na fatura já pesam no orçamento, se você se descontrolar então e precisar dividir a fatura, maior a dor de cabeça. Os índices do cartão de crédito no Brasil ultrapassam 300% ao ano e o crédito rotativo é um grande vilão. 

Mesmo que as regras do crédito rotativo tenham mudado desde 2017, ainda é desvantajoso ter esse tipo de dívida. Antes, se você pagasse o valor mínimo da fatura, o restante da dívida iria para o próximo mês, o que ia criando uma bola de neve. Para evitar a inadimplência, a regra agora é: o cliente que pagar o mínimo, pode parcelar o restante em outra linha de crédito. 

Se a ideia é pagar as contas no crédito para acumular mais pontos nos programas de fidelidade, a notícia também não é das melhores. Essa estratégia não é tão vantajosa porque te leva a gastar além do necessário.

Para verificar se você está sendo beneficiado com o programa de pontos, basta comparar quanto você precisa gastar para acumular um valor x de pontos. Leve em consideração nessa comparação as taxas e juros.  

Mesmo que pagar boletos com o cartão de crédito seja uma opção disponível, ela tem mais prós que contra. Para evitar o esquecimento da data de vencimento, o débito automático é muito mais vantajoso, afinal, ele desconta um dinheiro que você tem disponível e não tem a probabilidade de pagar multa ou juros por atraso. 

Deixe o cartão de crédito apenas para emergências, tente pagar suas contas a vista e mantenha o controle das suas finanças.

Engrenagem Virtual © 2019 | Todos os direitos reservados