Como ficam os juros ao consumidor com a queda da Selic?

Como ficam os juros ao consumidor com a queda da Selic?

Desde 2015 que a taxa básica de juros vem caindo, já esteve em 14,25% e agora em 2020 está em 4,25% ao ano. A baixa é um recorde. Contudo, a queda deve ter um impacto pequeno nos juros do consumidor. 

De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), a taxa do custo médio de crédito deve cair de 6,52% para 6,5%. A média de juros do cartão de crédito deve seguir a mesma proporção, de 11,40% para 11,38%. A diminuição se repete também para a pessoa jurídica, a taxa média de juros deve abaixar de 3,18% para 3,16%. 

A Anefac realizou algumas simulações de transações comuns de pessoas físicas para a nova Selic. Confira: 

  1. Geladeira de R$1.500 dividida em 12 parcelas
Taxa Mensal Parcelas Valor das parcelas Valor final
Selic de 4,25% ao ano 4,80% 12 R$ 167,33 R$ 2.008,01
  • Veículo de R$40.000 dividido em 60 parcelas
Taxa Mensal Parcelas Valor das parcelas Valor final
Selic de 4,25% ao ano 1,44% 60 R$ 1.000,14 R$ 60.008,11
  • Fatura do cartão de crédito de R$ 3.000 por 30 dias
Taxa Mensal Valor dos juros
Selic de 4,25% ao ano 11,38% R$ 341,40

Poupança e inflação

Apesar da mudança pequena nas taxas de juros dos consumidores, a Selic afeta também outras áreas das finanças dos consumidores. A poupança, por exemplo, passa a render menos devido a uma regra criada pelo Banco Central em 2012. Quando a Selic ultrapassa 8,5% ao ano, a poupança rende 6,17% ao ano mais a Taxa Referencial (TR). Agora se a Selic for menor que 8,5%, a poupança só tem rentabilidade de 70% da Selic mais TR.

Já com relação à inflação, a estratégia do Banco Central é aumentar os juros quando a inflação está alta para reduzir o consumo e os preços caírem. Quando ela está baixa, que é o cenário atual, os juros caem para estimular o consumo.

De acordo com o Boletim Focus, relatório que do Banco Central que reúne expectativas de analistas do mercado, a taxa deve permanecer assim até o final de 2020. Além disso, pode aumentar para 6% novamente em 2021.

Engrenagem Virtual © 2019 | Todos os direitos reservados